BUSCA

IBGE disponibiliza arquivos vetoriais da pesquisa Regiões de Influência de Cidades (REGIC)

compartilhe:


A Coordenação de Geografia do IBGE disponibiliza a partir de hoje (22/06/2011) os arquivos vetoriais dos dados e informações levantados pela pesquisa Regiões de Influência de Cidades (REGIC) 2007 para todas as metrópoles e capitais regionais do país, compondo 81 centros urbanos. Os arquivos facilitam a manipulação e visualização em mapas dos resultados da REGIC, ao apresentá-los já selecionados por centro urbano individualizado, no formato de vetores (linhas e pontos) prontos para o mapeamento, que deve ser feito por meio de softwares específicos para leitura desse tipo de arquivo (não fornecidos pelo IBGE).

Assim, o usuário pode mapear e visualizar a centralidade das cidades que lhe interessam diretamente, sem a necessidade de realização de filtragens complexas.

O material está disponível para download na página do IBGE ((ftp://geoftp.ibge.gov.br/Regic/shapes/) e na forma de serviço na INDE – Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (www.inde.gov.br).

As informações apresentadas servem para aumentar o conhecimento sobre a dinâmica espacial, servindo de subsídios para estudos sobre a rede urbana, as demandas na área de transportes, o deslocamento populacional, a dinâmica de mercado, para comparações com os padrões prévios do território nacional, entre outros. Também servem para fins práticos, como decisões de localização de atividades econômicas e para os gestores públicos alocarem serviços à população (como escolas, hospitais, aeroportos, linhas de ônibus etc.).

São quatro grupos de arquivos para cada um dos 81 centros. Os arquivos “Rede_Regic_Final” e “Centralidade 2007” apresentam a classificação hierárquica de cada centro na rede urbana e uma série de variáveis socioeconômicas de interesse. O arquivo “Redes_questionário” indica os fluxos de pessoas entre os centros para a aquisição de bens e serviços, e o arquivo “Ligações_Entre_Centros” mostra a relação de subordinação entre cidades nas redes de gestão de instituições públicas e de empresas privadas. Eles podem ser baixados para cada centro individualmente ou para todo o Brasil.

A REGIC mostra as redes formadas pelos principais centros urbanos do país, baseadas na presença de órgãos do Executivo, do Judiciário, de grandes empresas e na oferta de ensino superior, serviços de saúde e domínios de internet. Tais redes, às vezes, se sobrepõem à divisão territorial oficial, estabelecendo forte influência até mesmo entre cidades situadas em diferentes unidades da federação. Mais informações podem ser encontradas no release de lançamento da pesquisa (http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_visualiza.php?id_noticia=1246) e na publicação completa (ftp://geoftp.ibge.gov.br/Regic/regic.zip).

Fonte: Site do IBGE

RBCM. Laboratório de Investigação do Espaço da Arquitetura. Departamento de Arquitetura e Urbanismo. Centro de Artes e Comunicação. UFPE . Recife — PE. (81) 2126.7362